fbpx

A importância do minimalismo para a arquitetura

Por 20 de junho de 2018Decoração
c0a6462196ad2a04841f7673337d16d7

Mais do que uma tendência do universo da arquitetura, o minimalismo se tornou um estilo de vida que engloba diferentes aspectos do dia a dia. A ideia do “Menos é mais” propagada pelo arquiteto  alemão Mies Van der Rohe na metade do século XX até hoje ecoa e influencia os mais diferentes espaços, ambientes e projetos.

Ser minimalista está na essência de muitos arquitetos e isso é facilmente visualizado nos seus trabalhos. Quando se fala do minimalismo no Brasil, muitos pensam que essa não é uma realidade aplicável no nosso país de linhas curvas e espírito tropical. No entanto, isso não é uma verdade absoluta, muito pelo contrário, é possível e interessante apostar nas linhas e formas do estilo para  casa brasileira.

 

Fonte: Pedro Vanucchi

Fonte: Pedro Vanucchi

 

Minimalismo: uma breve história

Antes de falarmos de qualquer tipo de tendência ou características do estilo, é fundamental falar um pouco sobre a história do mesmo. O minimalismo não tem uma data exata de surgimento. Alguns especialistas utilizam os anos 60 nos Estados Unidos como a sua origem, já outros apontam o pós-modernismo europeu como o período do seu nascimentos.

Independente da sua origem, o estilo minimalista ganhou juntamente com as vanguardas artísticas e o período pós Segunda Guerra Mundial. Desde essa época, surgiram muitas novidades no campo da arte e design que se espalharam por todo mundo. Desde a influência dos artista do movimento flamengo chamado “De Stjil” com a construção da Casa Schroder às influências nipônicas, o minimalismo ganhou força e tornou-se uma constante no universo da arquitetura.

 

Fonte: Pinterest @Guilherme Santos

Fonte: Pinterest @Guilherme Santos

 

O estilo minimalista

Apesar de ser um tema recorrente é sempre importante ressaltar quais são as verdadeiras componentes do estilo minimalista:

 

  • A estrutura das construções minimalistas seguem linhas retas, ângulos marcados e formas geométricas. Painéis, elementos vazados, vidro e ferro também tem o espaço importante nos projetos. Além disso, materiais como concreto e a madeira também são indispensáveis.

 

Fonte: Leibal

Fonte: Leibal

 

  • A paleta de cores minimalista acompanha o próprio nome. Tons neutros como cinza, off-white, creme juntam-se ao preto e branco para criar espaços de aparência “clean” e moderna.

 

Fonte: Tamizo

Fonte: Tamizo

 

  • A decoração minimalista preza por poucos mas bons móveis. Peças assinadas têm destaque e valorizam o ambiente. As cadeiras, poltronas e sofás também são protagonistas dos cômodos e podem sempre ser acompanhadas de um item de iluminação que a valoriza ainda mais.

 

Fonte: Cocola

Fonte: Cocola

 

Como trazer o minimalismo para a casa brasileira

Em um primeiro momento a ideia de combinar o estilo minimalista com todo o tropicalismo da casa brasileira parece algo impossível. Mas, vamos mostrar que não. Apesar de ter outras propostas e pensar na funcionalidade como um norte, podemos dizer que o Modernismo Brasileiro que reinou dos anos 1930 a 1960, carrega uma forte influência do minimalismo.

Apesar de serem estilos completamente diferentes, nos dias de hoje, podemos mergulhar nestas duas propostas para pensar em projetos inovadores, que abracem toda a personalidade brasileira de maneira clean, onde o “menos é mais” impera.

 

Fique por dentro de mais tendências do Design de interiores aqui.

 

Neste cenário, não podemos deixar de falar do nosso maior ícone Oscar Niemeyer, que levou a arquitetura e as linhas brasileiras para o mundo. A grande Lina Bo Bardi, Affonso Eduardo Reidy e Lúcio Costa também completam este cenário. Inspirar-se nas suas obras, linhas, traços, ângulos e materiais é uma forma de pensar em abordar o minimalismo na casa brasileira. Mais uma vez ressaltamos de que a proposta do modernismo no Brasil era de pensar na funcionalidades, mas os ares minimalistas nos projetos são facilmente evidenciados.

 

Fonte: Yellow Trace

Fonte: Yellow Trace

 

Fonte: Jacob Sena Arquitetura

Fonte: Jacob Sena Arquitetura

 

Fonte: Architectural Digest

Fonte: Architectural Digest

 

A arquitetura contemporânea permite o apoio em tempos, períodos e estilos diferentes. Dessa forma, o profissional deve aprofundar-se cada vez mais para entender cada momento e criar projetos de grande personalidade.

Continue ligado nos conteúdos exclusivos da Tanto Revestimentos para manter-se por dentro das novidades do mundo da arquitetura e design de interiores.