fbpx

5 dicas antes de escolher o porcelanato ideal

Por 25 de julho de 2018Decoração
AF_Header-Blog-Post-25-07

Quem está passando ou vai passar pelo processo de acompanhar obras ou reformas, sabe a quantidade de dúvidas que surgem parecem, muitas vezes, serem inesgotáveis. Principalmente quando estamos falando de pisos. Mas, pouco a pouco, seguindo alguns passos e tomando alguns cuidados, é possível fazer boas escolhas e criar o projeto dos seus sonhos. E a escolha do porcelanato é um dos momentos mais importantes durante este processo.

Afinal, por serem o revestimento dos ambientes, são os responsáveis por criar a atmosfera do espaço e ajudam a construir toda a base da decoração. Exatamente por isso, podem surgir algumas dúvidas sobre como escolher o porcelanato ideal. Para te ajudar nestas questões, preparamos um conteúdo com 5 dicas imperdíveis.

 

Fonte: Tanto Revestimentos

 

1. Verifique a quantidade necessária

O projeto foi feito, você adorou cada detalhe e, na hora de comprar, descobre que não há quantidade suficiente que necessita. Péssima notícia, não é mesmo? Portanto, faça a sua pesquisa, tenha as dimensões à mãos, para assim, deixar claro para o seu fornecedor qual é a quantidade certa que precisa para realizar o seu projeto.

 

2. Entenda qual material usar

Cada ambiente tem a sua característica própria. Por essa razão, é natural que os porcelanatos tenham algumas peculiaridades dependendo do cômodo. Ambientes externos pedem características diferentes das áreas internas da casa. Assim como os locais “molhados” como banheiro e cozinha, que precisam contar com um porcelanato fácil de limpar, que seque rapidamente e que seja prático de acordo com a funcionalidade do espaço. Também não se esqueça do acabamento final, decidindo pelos porcelanatos foscos, polidos ou com acabamento diferenciado.

Além disso, vale pensar sobre o acabamento Hard (HD), Acetinado (ACT) e Natural. Cada um desses possui diferenças de aplicação, já que são específicos para determinados ambientes.

Por exemplo, o acetinado deve ser aplicado apenas em áreas internas, já que possui um toque suave e um brilho sutil. Já o hard é indicado para áreas externas, até mesmo para bordas da piscina, visto que sua textura é preparada para esses ambientes. Os revestimentos naturais, por não recebem nenhum tipo de polimento, são ideais para toda a casa.

 

3. Piso elevado

Você já conhece o piso elevado? Pois esta é uma solução prática para quem busca versatilidade na decoração. Esta técnica consiste na criação de um espaço livre, entre o piso original e o porcelanato para a passagem de cabos e fios do ambiente. Muito usada nos ambientes corporativos, o piso elevado tem sido cada vez mais incorporado nos lares, principalmente em cômodos como a sala de TV e escritório, permitindo a sua reconfiguração sempre que necessário.

 

4. Tamanho e espessura ideal

Não podemos definir um tamanho ou espessura ideal para todos os tipos de projetos. Afinal, um ambiente amplo pede porcelanatos diferentes dos espaços mais reduzidos, não é mesmo? Existem algumas possibilidades:

 

  • Porcelanatos em pequenos formatos: este revestimento pode ser usado nos mais diferentes espaços. Eles são ideais para criarem painéis e texturas nos ambientes, dando um toque de personalidade e estilo à decoração. 
  • Porcelanatos grandes formatos: uma grande tendência no mundo dos revestimentos, esse tipo de porcelanato permitem a criação de ambientes elegantes e amplos. Porcelanatos com aspecto de mármore, pedra ou metalizados são os mais procurados desta categoria. Uma ideia interessante é combiná-los com os pequenos formatos criando forma e quebrando a monotonia dos cômodos. 
  • Ultrafinos: Seja em pequenos ou grandes formatos, os porcelanatos ultrafinos têm como grande vantagem a possibilidade de aplicação por cima de um revestimento já existente. Ou seja, um processo mais rápido, simples e que evita qualquer obra desnecessária. 

5. Preze pela qualidade

Sabe aquela história de que o “barato sai caro”, pois é! Muitas vezes, erramos ao economizar em momentos que não fazem muito sentido. Não estamos falando que é para aceitar a primeira oferta. Muito pelo contrário. Pesquise, compare e veja as possibilidades. Agora, se tem uma coisa que não pode abrir mão na hora de escolher o porcelanato ideal é na qualidade.

Lembre-se que este é um dos materiais base para o seu lar, ou seja, é preciso contar com um material de qualidade, duradouro e que não te traga surpresas desagradáveis no futuro.

Portanto, para escolher boas opções de porcelanato, o ideal é escolher produtos que atendam às normas técnicas para a fabricação do material. Não esqueça também das características do porcelanato, como a uniformidade na coloração e a resistência.

Com estes 5 pontos em mente, conseguirá garantir o porcelanato ideal para o seu projeto e assim criar um ambiente espetacular. Continue acessando o blog da Tanto Revestimentos e confira mais conteúdos exclusivos e cheios de inspirações para a sua decoração.